Prolongamento do anel viário Magalhães Teixeira

 

Melhoria do tráfego e ligação a Viracopos

O prolongamento do anel viário Magalhães Teixeira (SP-083) é uma das obras mais importantes realizadas pela Concessionária Rota das Bandeiras no Corredor Dom Pedro.

A primeira etapa da obra, com 5,8 km de extensão, foi concluída em dezembro/2015 e contemplou o trecho entre as rodovias Anhanguera (SP-330) e Bandeirantes (SP-348). Por isso, hoje o anel viário faz a ligação entre as três rodovias mais importantes da Região Metropolitana de Campinas (RMC): D. Pedro I (SP-065), Anhanguera e Bandeirantes. 

Para execução desta primeira etapa da obra, a Rota das Bandeiras investiu R$ 183,2 milhões (base Julho/2015). O novo trecho foi projetado para receber fluxo de até 48 mil veículos por dia, contando com duas faixas de rolamento por sentido e velocidade máxima permitida de 100 km/h, mantendo as mesmas características do traçado original entre a D. Pedro I e a Anhanguera.

Um dos destaques da obra foi a construção de duas pontes sobre o rio Capivari, com 220 metros de extensão e pilares com 20 metros de altura, que sustentam 60 vigas de 80 toneladas e 40 metros de comprimento cada uma. A obra ainda contemplou a construção de um viaduto no entroncamento com a rodovia dos Bandeirantes e um segundo viaduto no encontro com a rodovia dos Agricultores, além de cinco passagens inferiores.

 

Além de melhorar o deslocamento de moradores de Valinhos e Campinas, o prolongamento do anel viário facilita o acesso ao Aeroporto Internacional de Viracopos. As novas pistas garantem o acesso ao aeroporto sem a necessidade de tráfego pelo trecho urbano da rodovia Santos Dumont (SP-075), já saturado. O volume de tráfego no trecho da Anhanguera também deverá ser impactado, com redução de fluxo, já que o anel viário permite uma nova forma de acesso à Bandeirantes.

 

O prolongamento do anel viário faz parte de um pacote de obras definido pelo Governo do Estado para ampliar a segurança e as condições de tráfego em toda a região. Entre as intervenções previstas estão a construção de sete quilômetros de marginais na rodovia Santos Dumont (SP-075) e a duplicação da rodovia Miguel Melhado Campos (SP-324).

 

 

 

 

Responsabilidade Ambiental

Para que o prolongamento fosse realizado, a Concessionária Rota das Bandeiras realizou Estudo de Impacto Ambiental (EIA-RIMA), ouviu a comunidade em que a rodovia está inserida e contou com aprovações da Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental ) e do Consema (Conselho Estadual do Meio Ambiente), ambas ligadas à Secretaria do Meio Ambiente do Governo do Estado.

 

Todas as obras executadas pela Concessionária respeitam rigorosamente as leis ambientais e visam contribuir para a recuperação e recomposição da flora e fauna do Corredor Dom Pedro. A Concessionária irá realizar o plantio de 43.130 como forma de compensação ambiental e implantará quatro passagens de fauna.  As obras também utilizam técnicas que valorizam o meio ambiente, como água de reúso.

 

Histórico do processo de licenciamento ambiental

 

Data

Responsável

Principais Ações

Novembro/2012

ROTA DAS BANDEIRAS

Protocolo do EIA-RIMA, contemplando: Trecho entre a Anhanguera e a Bandeirantes; e Trecho entre a Bandeirantes e a Miguel Melhado Campos

Fevereiro/2013

CONSEMA

Audiências Públicas em Campinas e Valinhos

Março/2013

CETESB

Emissão da Informação Técnica n°14/13/IE, solicitando esclarecimento referentes ao Trecho entre a Bandeirantes e a Miguel Melhado Campos

Março/2013

ROTA DAS BANDEIRAS

Consulta à CETESB sobre a possibilidade de alteração do objeto do licenciamento

Março/2013

CETESB

Manifesta anuência quanto a alteração do objeto de licenciamento, que passou a se restringir somente ao Trecho entre a Anhanguera e a Bandeirantes

Março/2013

CETESB

Emissão do Ofício 262/13/IE, solicitando esclarecimentos aos questionamentos formalizados durante as Audiências Públicas

Abril/2013

ROTA DAS BANDEIRAS

Protocolo dos esclarecimentos, contemplando o Trecho entre a Anhanguera e a Bandeirantes

Abril/2013

CONSEMA

306a Reunião Ordinária do Plenário do CONSEMA (realizada no dia 24/04)

Abril/2013

CETESB

Emissão do Parecer Técnico nº 164/13/IE e a Licença Ambiental Prévia – LP n° 2233, contemplando somente o Trecho ente Anhanguera e Bandeirantes

Maio/2013

ROTA DAS BANDEIRAS

Protocolo da solicitação da Licença de Instalação para as obras do Lote 1 (Trevo com a Anhanguera)

Junho/2013

CETESB

Emissão da LI n° 2203, referente ao Lote 1

Setembro/2013

ROTA DAS BANDEIRAS

Protocolo da solicitação da Licença de Instalação para as obras do Lote 2 (Trevo com a Bandeirantes)

Dezembro/2013

CETESB

Emissão da LI n° 2243, referente ao Lote 2

Outubro/2013

ROTA DAS BANDEIRAS

Protocolo da solicitação da Licença de Instalação para as obras do Lote 3 (Tronco do Prolongamento)

Fevereiro/2014

CETESB

Emissão da LI n° 2269, referente ao Tronco do Prolongamento

 

Atendimento

 

Desde o início da obra, a Rota das Bandeiras tem se relacionado constantemente com a população impactada pela obra. Os canais de comunicação permanecem abertos para prestar esclarecimentos, ouvir sugestões e sanar dúvidas dos moradores e usuários da rodovia. Os órgãos de imprensa também divulgam rotineiramente o andamento da obra e as melhorias previstas para a região.


SAU (Serviço de Atendimento ao Usuário)
Telefone: 0800-770-8070 
E-mail:
ouvidoria@rotadasbandeiras.com.br

 

Assessoria de Imprensa
Telefones: (11) 4894-8514 / 8515  
E-mails:
bernardomm@rotadasbandeiras.com.br

kkoch@rotadasbandeiras.com.br

Topo
  • compartilhe:
  • Compartilhar
Youtube Facebook Twitter