CADASTRE-SE

Receba os nossos alertas por email:

Investimentos

Corredor Dom Pedro receberá R$ 1,6 bilhão em investimentos até 2015

O contrato de concessão firmado entre a Concessionária Rota das Bandeiras e o Governo do Estado prevê investimentos de R$ 2,6 bilhões em importantes obras de manutenção, recuperação e modernização do Corredor Dom Pedro em um período de 30 anos.

Esses recursos vão beneficiar os 297 km da malha viária concessionada e o objetivo do trabalho é garantir mais segurança, conforto e agilidade nas viagens realizadas pelos usuários do Corredor Dom Pedro.

Deste total, o plano de investimentos da Rota das Bandeiras prevê recursos no valor de R$ 1,6 bilhão somente nos seis primeiros anos da concessão, até o final de 2015, para obras relevantes para a região, tais como:

a) Duplicação da rodovia Engenheiro Constâncio Cintra (SP-360), entre Itatiba e Jundiaí

As obras de duplicação da SP-360, que vão trazer muito mais segurança e conforto aos seus usuários, atendendo a uma demanda de 30 anos da comunidade local, seguem em ritmo acelerado.

A Rota das Bandeiras está investindo R$ 170 milhões na duplicação das pistas entre o km 67, no Trevo do Caxambu, em Jundiaí, e o km 81, no Trevo de Louveira, em Itatiba. São mais de 500 operários diariamente em ação no trecho.

No segundo semestre de 2013, a duplicação no trecho entre o km 67 e o km 74, em Jundiaí, foi concluída, com destaque para a completa remodelação do Trevo do Caxambu, que recebeu um viaduto, uma passagem inferior e novas alças de acesso para eliminar os conflitos viários até então existentes.

Um novo viaduto também foi construído nos km 70 (Rio Acima), bem como duas novas passarelas, nos km 67+200 e 70, foram implantadas, atendendo aos padrões universais de acessibilidade.

Agora, a Rota das Bandeiras concentra seus esforços na conclusão da duplicação no trecho de Itatiba da rodovia, entre o km 74 e o km 81.

As obras neste segundo trecho, iniciadas em 2012, serão concluídas até o final do primeiro semestre de 2014, contemplando, além da duplicação das pistas, a construção de viadutos nos km 74 (Champirra), 78 (Distrito Industrial) e 81 (Trevo de Louveira) da rodovia.

b) Implantação das marginais e modernização dos trevos existentes ao longo da rodovia D. Pedro I (SP-065) na região de Campinas.

As principais intervenções executadas pela Rota das Bandeiras na região foram iniciadas em março de 2010 e, desde então, a Concessionária já concluiu a implantação do Trevo da Leroy Merlin, no km 129 da D. Pedro I; e da alça de Sousas, no km 125+800 da mesma rodovia.

O planejamento da Concessionária prevê ainda a implantação dos trevos dos Amarais, do Carrefour e do Shopping Galleria; a remodelação do trevo de acesso à rodovia Dr. Adhemar de Barros (SP-340) e implantação do acesso a Barão Geraldo; além da construção das marginais da D. Pedro I.

O investimento total nessas importantes obras que vão contribuir para desafogar a circulação de veículos na região de Campinas será de R$ 143,9 milhões.

c) Prolongamento do anel viário José Roberto Magalhães Teixeira (SP-083), no trecho entre a rodovia Anhanguera até as proximidades do Aeroporto Internacional de Viracopos;

A Rota das Bandeiras investirá R$ 200 milhões no prolongamento da SP-083, obra que está dividida em duas etapas.

A primeira intervenção, avaliada em R$ 149 milhões, está sendo executada no trecho entre as rodovias Anhanguera (SP-330) e dos Bandeirantes (SP-348) desde junho/2013, com prazo de conclusão de 24 meses.

Na sequência, mais R$ 51 milhões serão destinados ao trecho entre a rodovia dos Bandeirantes e as proximidades do Aeroporto de Viracopos.

d) Construção da perimetral de Itatiba

A perimetral de Itatiba garantirá uma nova ligação com a rodovia D. Pedro I e irá contribuir para a retirada do tráfego de veículos pesados da área urbana do município.

A construção da perimetral está orçada em R$ 89 milhões. O início das obras depende da aprovação do traçado por parte da Prefeitura de Itatiba e do governo do Estado.
Topo
  • compartilhe:
  • Compartilhar
Youtube Facebook Twitter