• Engenheiro Coelho

    > Eventos da Cidade
    > veja todos os eventos

    Engenheiro Coelho

    Cidade com cerca de 16 mil habitantes e vocação para a agropecuária, a pacata Engenheiro Coelho tem como principal ponto de encontro o Lago Municipal, localizado na região central da cidade, que é tomado por seus moradores para a prática de atividades esportivas.

    A festa mais tradicional do município é a Festa de São Pedro, realizada anualmente entre os meses de junho e julho.

    Atrações turísticas

    Festa de São Pedro

    Realizada na Paróquia de São Pedro, em homenagem ao padroeiro, é a festa mais tradicional do município. Em geral, acontece durante dois finais de semana seguidos, entre os dias 25 de junho e 4 de julho.

    Durante as festividades são realizadas as tradicionais missas e procissões. Entre as atrações, o destaque fica por conta da culinária típica, além da área para recreação infantil e shows diversos.

    Lago Municipal

    Local para pesca e lazer, muito utilizado pelos jovens para a prática de esportes.

    Principais acessos

    As principais estradas de acesso a Engenheiro Coelho são:

    Rodovia Professor Zeferino Vaz (SP-332);
    Na pista norte (sentido Mogi Guaçu): km 164B
    Na pista sul (sentido Campinas): km 164

    Rodovia Monsenhor Clodoaldo de Paiva (SP-147)

    Histórico: História do município se mistura à construção da malha ferroviária na região

    Engenheiro Coelho é mais uma cidade do interior do Estado de São Paulo que tem sua fundação diretamente relacionada à chegada das estradas de ferro na região. O povoado que deu origem ao município surgiu quando os primeiros imigrantes – a família Hereman –, vindos da Bélgica, em 1891, se instalaram no bairro dos Felipes, adquirindo, em 1901, a Fazenda São Pedro. Nesse mesmo ano, foi instalada a Usina Ester, por iniciativa da empresa Artur Nogueira e Cia. Assim, para escoar a produção dos produtos agrícolas ali gerados, foi implantada a Estrada de Ferro Funilense.

    Em 1912, a família Hereman autorizou a construção de uma estação de trem e a obra foi entregue ao engenheiro José Luiz Coelho, em cuja homenagem foi atribuída a denominação do povoado.

    Com a construção da estrada que liga Limeira a Mogi Mirim, em meados de 1939, a colônia começou a se desenvolver e, com o tempo, o povoado se transformou em distrito do município de Artur Nogueira, com território desmembrado dele em maio de 1980. Em 1991, foi elevado à categoria de município.

    Hoje, com pouco mais de 20 anos de emancipação política, o município de Engenheiro Coelho continua crescendo, avançando nas áreas agrícola, industrial e de serviços. Uma curiosidade: é a cidade que apresenta uma das maiores taxas de crescimento populacional da Região Metropolitana de Campinas (RMC). Comparando os dados dos últimos dois Censos Demográficos, Engenheiro Coelho foi a segunda cidade que mais cresceu na RMC e a oitava no Estado de São Paulo, com um aumento de 56,7%.

    Na avaliação do poder público local, o aumento significante é justificado principalmente pelo número de pessoas que chegam à cidade para trabalhar no setor agrícola. Ao contrário do que ocorria em décadas passadas, atualmente essa população chega para trabalhar na safra, principalmente da laranja e cana, e continua na cidade após o seu término.

    Saiba mais

    Área: 109,8 km²
    População: 16.398 habitantes
    Quem nasce em Engenheiro Coelho é: engenheirocoelhense
    Principais atividades econômicas: agropecuária e comércio
    Data de aniversário da cidade: 19 de maio

    Prefeito: Pedro Franco de Oliveira (PMDB)
    Vice-prefeito: Francisco Simão Ribeiro Mendes (PV)
    Presidente da Câmara: José Cardoso dos Santos (PSD)

    Topo
    • compartilhe:
    • Compartilhar